Descobrindo a Califórnia: Parte 4

Hello All,

Chegou nosso primeiro final de semana da viagem!! A gente já tinha feito tanta coisa, que nem parece que estávamos só a três dias nos EUA, graças a Deus a viagem passou bem devagar, me sinto quase como se tivesse morado lá – hahahaha!

Pé na Estrada

Enfim, era Sábado e nossa maravilhosa amiga Reila estava de folga do seu estágio na Universidade de Santa Barbara (sim, ela é muito incrível e não só estudou no Missouri, como também estagiou na Califa, mas ela vai contar isso para vocês melhor) como ela estava livre, arrastamos ela e o Raphael para conhecermos a famosa San Diego.

San Diego fica no Sul da Califórnia a 190 Km de LA, como já sabem, passamos a noite em Santa Bárbara, então planejávamos levar mais ou menos umas 3h para chegar lá. Porém, se você mora no Rio e acha que o trânsito para ir para a Região dos Lagos no carnaval é impossível, galera, vocês não têm noção do que é o transito da Califórnia! É como se Los Angeles vivesse parado nas férias de verão. A estrada que liga LA a San Diego, estava toda engarrafada e ficamos umas 5 horas dentro do carro, nossa sorte é que fomos muito precavidos e levamos a sobra da pizza do dia anterior, refri e sempre chocolate (isso porque o chocolate ajuda Lucas a não ter sono dirigindo, não porque sou maníaca por doce e comprei um pacote imenso de kit kat)!! 😀

SOS! Vamos morrer!

Antes de começar a falar de todos os lugares que visitamos, vou contar bem rápido o mini ataque cardíaco que Lucas teve por causa do pedágio (haha). Desde Vegas, onde pegamos o carro pela primeira vez até Santa Bárbara, não tínhamos passado por nem um pedágio sequer, o que é realmente um sonho já que as estradas não tinham nem um buraquinho para gente reparar!

Porém, Lucas já tinha pesquisado na internet, que a estrada até San Diego, possuía um pedágio eletrônico que não conseguimos entender direito como que pagava. Até aí tudo bem, estávamos lindos e contentes naquele engarrafamento até que passamos de baixo de umas placas que tiraram foto do carro quando passamos. Pronto! Lucas ficou nervosíssimo, porque não tínhamos pagado nada e que iriam vir atrás da gente e uma coisa levaria a outra até sermos expulsos do país (isso é um exagero da minha parte, mas ele ficou beeem preocupado, Reila e Raphael são testemunhas).

No fim da saga do pedágio, depois de um dia inteiro de preocupação, quando chegamos em casa entramos no site da rodovia e conseguimos pagar o bendito pedágio pelo cartão de crédito de Raphael, até hoje não sabemos se deveríamos ter pago mesmo, só sei que no final deu tudo certo.

Finalmente chegamos a San Diego e o primeiro local que visitamos foi La Jolla Cove, uma praia super badalada, que vários famosos têm casa. É um local cheio de casarões, carros absurdamente caros e várias lojas e restaurantes! O centro é lindo e bem cheio, na praia os banhistas ficavam junto com uns leões marinhos que moram por lá, é bem fofo e ótimo para passar o dia. Como o local é um pouco mais alto nível, os restaurantes também são mais caros do que o normal, então é bom estar preparado.

Uma das coisas que é ao mesmo tempo é muito interessante e esquisito, é que a maioria dos americanos faz a ida a praia uma verdadeira aventura. Eles vão com toda a família, é super comum ver uma barraca imensa com um churrasco sendo feito, as crianças brincando e a avó tricotando em uma cadeira, em plena praia. Para as pessoas que são do Rio, isso é mais engraçado ainda, já que a praia é como se fosse nosso quintal de casa e levamos apenas nosso chinelo. Mas confesso que achei essa cultura bem legal, porque você encontra milhares de famílias e amigos aproveitando um dia ótimo e se divertindo juntos.

Depois de passar um tempo na praia e indo a lojinhas de souvenir para comprar imã para nossa coleção, seguimos direto para a Ilha de Coronado em San Diego, para chegar até lá passamos por uma ponte que era quase da altura do World Trade Center de tão alta.

Que Lugar!

Coronado é uma das Ilhas mais visitadas por turistas na Califórnia, a beleza dela está justamente na incrível vista para a Bahia de San Diego, com o Downtown no fundo. É como se você deixasse a cidade grande para trás e conseguisse enxergar toda a beleza dela, diante de um vidro e em silêncio.

A parte central da Ilha é justamente a praça que fica as margens da Bahia, a praça por si só já é sensacional, encontramos várias noivas e aniversariantes de 15 anos tirando suas fotos lá! Tivemos muita sorte, já que o tempo abriu completamente e o céu ficou um azul lindo e sem nuvens!

Ficamos um tempo na praça, olhando a vista e tirando fotos, nós simplesmente amamos estar naquele lugar, dava uma paz ficar lá, a maioria das pessoas estavam na mesma vibe e isso torna o lugar muito especial!

Depois de um tempinho, saímos da praça e fomos pegar nosso carro, que estava estacionado na rua mesmo. De lá seguimos para a Praia da Ilha: Coronado Beach, eu não preciso dizer que até as ruas eram lindas né? Acho que já estou bem redundante de quanto lindo vocês vão ler nesse post, e calma que ainda está chegando a melhor parte.

Não ficamos nem 15 minutos dentro do carro e chegamos a orla de Coronado Beach. Gente, sabe a sensação de chegar em um lugar e conseguir se imaginar ali mesmo daqui a 10 anos, passando as férias com seu marido e seus três filhos? Foi isso que eu senti estando naquela praia. Ela é simplesmente o lugar mais aconchegante do universo, aquele cheiro de praia, com os bares dos hotéis de frente para o mar e as pessoas andando pela orla, fazia daquele lugar uma pintura de um filme de família feliz, e acho que vocês já perceberam que eu sou uma romântica até o último fio de cabelo né? Hahahaha

Nessa orla tem um hotel bem famoso e tradicional, o Hotel Del Coronado, ele é imenso e mesmo quem não é hospede pode usar o bar e suas dependências. É como um castelo de frente para o mar, uma diária não custa menos do que mil reais, então, irei torcer, rezar e estudar muito, para que daqui a 10 anos, eu, meu marido e meus três filhos consigamos passar as férias lá, hahahaha!

Essa praia é um lugar que você precisa visitar quando for a Califórnia, juro que você não vai se arrepender e vai se apaixonar como eu!

Depois do nosso incrível dia conhecendo os lugares mais fascinantes de San Diego, precisávamos ir embora, já que tínhamos mais muitos km pela frente.

Que fome!

Para abastecer a nossa longa viagem pela frente, paramos no Walmart na saída de San Diego. Estávamos com muita fome e fomos direto comer em um Mc Donald ’s lá dentro mesmo, quer dizer, eu, Lucas e Reila comemos, porque o Raphael comeu uma salada (os franceses são seres completamente evoluídos e nos meus sonhos eu também como uma salada ao invés do quarteirão), depois de comer, nos divertimos um pouquinho dentro do Walmart, não dá para definir ele como um supermercado, seria muito pouco pelo que ele é. Compramos algumas coisinhas essenciais para nossa viagem lá. Ok, talvez eu tenha comprado maquiagem e batom para todas as minhas tias também, mas isso também é essencial, certo?

Nos despedimos de San Diego ainda de dia, com um céu lindo e com muitos sorrisos nos rostos, essa foi uma cidade mega especial, que ficará para sempre na minha memória! Vocês conseguiram perceber o tamanho do meu amor por ela e tenho certeza que quando forem lá, vão sentir esse amor também.

Estou surtando de animação para escrever o próximo artigo. Ele será sobre a cidade que eu mais amo na vida, a que tem a maior good vibes do planeta e que faz você querer se mudar para lá amanhã. SANTA MÔNICA is coming e preparem os dólares, porque se San Diego quase te convenceu a pegar sua mala, Santa Mônica vai te fazer comprar a passagem aérea.

Mil beijos!

Letícia Vianna

Acho que você vai gostar:

21 Comentários

    1. Pois é! Já fizemos muitas road trips pelos EUA e nunca pegamos nada de transito, mas esse dia foi surreal.
      Todas as rodovias perto de LA ficam muito cheias no verão.

  1. Amei demais San Diego!!!! Preciso urgente ver estas palmeirinhas de perto!!!! Engraçado é que eu não tinha a menor ideia de como a Califórnia é apaixonante!!!! Meu Deus, como preciso!!!!!! Parabéns!!!!

Deixe uma resposta